MPC

APRESENTAÇÃO

A MPC e Associados é uma produtora carioca com mais de 30 anos de experiência no mercado brasileiro e internacional. Fundada em 1982 pelo produtor e diretor Alberto Graça e tendo como sócia a produtora Luciana Boal Marinho, a MPC atua nas áreas de produção e difusão de conteúdo audiovisual. 

Com 9 longas-metragens produzidos e mais de 50 documentários, programas e séries para TV para o mercado nacional e europeu, a MPC e Associados tem como um de seus diferenciais o foco na construção de relações internacionais, com um vasto histórico de coproduções com canais de TV como France Television, Arte, RTP, BBC, Canal + e NHK, e produtoras como Gaumont Internacional (Le Jaguar), KRE (The Art of War), Mano a Mano (França) e Filmes do Tejo II (Portugal), dentre outras. 

Na área de difusão realiza desde 2000, de forma ininterrupta, o projeto Cinema em Movimento, criado pela MPC com o objetivo de levar o produto cultural audiovisual brasileiro para populações sem acesso econômico ou geográfico ao circuito comercial. Executado em parceria com o ICEM – Instituto Cultura em Movimento é hoje a maior rede não formal de exibição de filmes da América Latina, com atuação em mais de 700 municípios de todos os 27 estados brasileiros e mais de 2 milhões de espectadores atendidos.

Saiba mais sobre os projetos da MPC e Associados nas áreas de produção e difusão nas seções Cinema+TV e Cinema em Movimento do nosso site.

  

DIRETORES

Alberto Graça

Alberto Graça começou sua atividade em cinema em Minas Gerais como diretor de curtas-metragens. Em 1981, produziu e dirigiu seu primeiro longa, Memórias do Medo, selecionado para a Quinzena dos Realizadores do Festival de Cannes. Seu segundo longa, O Dia da Caça (2000), fez parte da seleção oficial de vários festivais nacionais e internacionais, tendo recebido diversos prêmios. Alberto está atualmente preparando dois longas-metragens de ficção, Entre a Dor e o Nada e Fronteiras do Paraíso. No Rio desde 1973, produziu vários longas metragens como Um Homem Célebre, de Miguel Faria, A Queda, de Ruy Guerra, Se Segura Malandro, de Hugo Carvana e The Art of War, de Richard King, assim como dezenas de documentários e institucionais. Alberto também assinou a produção executiva de A Ópera do Malandro, de Ruy Guerra. Além do seu trabalho de cineasta e produtor, Alberto criou em 2000, o Cinema em Movimento, a maior rede não formal de exibição da América Latina, e fundou o Instituto Cultura em Movimento (ICEM), organização não governamental para a distribuição de bens culturais em todo o território nacional.


Luciana Marinho

Formada em economia, Luciana Boal Marinho associou-se em 1986 a Alberto Graça na MPC & Associados. Luciana tem uma ampla experiência na produção executiva de longas-metragens como The Art of War, de Richard King e Le Jaguar, de Francis Veber, e assinou a produção de dezenas de longas e médias metragens e documentários em co-produção com emissoras e produtoras européias. Produziu e supervisionou também a criação de comerciais e de mais de 50 documentários em vídeo e cinema. Luciana é também a produtora de O Dia da Caça, de Alberto Graça, e está atualmente preparando a produção de dois outros longas de ficção, Entre a Dor e o Nada e A Esperança é a Última que Morre. Além do seu trabalho de produtora, Luciana é vice-presidente do Instituto Cultura em Movimento (ICEM), membro da diretoria do SICAV. 


Isabel Graça

Começou a trabalhar com cinema em 2000, já tendo participado da produção de 14 longas-metragens, como Zuzu Angel, Olga e O Homem do Ano. Trabalha na MPC e Associados desde 2007 como produtora e à frente do departamento de difusão, coordenando a execução do projeto Cinema em Movimento.
 

Diego Paiva

Formado em Desenho Industrial pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro, já trabalhou como Cenógrafo, Designer, Coordenador de eventos e Diretor de Arte para empresas como Grupo Euro/RSCG, Jornal do Brasil, Condé Nast, Globo, SESC, Objeto Brasil e Uns Design. Trabalha desde 2008 como produtor na MPC e Associados.